Conheça os cortes de carne bovina ideais para suas receitas

Share Button

3

Na hora de cozinhar, é normal surgir aquela dúvida na hora de escolher a carne. Qual o melhor corte? Qual carne usar para o churrasco, o ensopado. A carne é de primeira ou de segunda?

Então o Clube do Lar decidiu te ajudar com isso. Separamos uma lista que vai responder essas dúvidas para você. Se quiser, pode imprimir a lista e deixa-la em um lugar visível na cozinha, e assim, facilitando sua vida.


1 – Peito: Corte de segunda (pode vir com osso ou sem osso). Boa para caldos, cozidos e ensopados.

2 – Pescoço: Corte de terceira. Boa para sopas e cozidos.

3 – Cupim: Corte de segunda. Boa para churrascos. Pode ser o vilão de uma dieta, já que é um dos cortes mais gordurosos do boi.

4 – Acém: Corte de segunda. Boa para bifes de panela, ensopados e assados. Junto com o patinho, é considerado o melhor corte para carne moída.

5 – Braço (ou paleta): Corte de segunda. Boa para cozidos, caldos, ensopados e molhos. Por ser bastante saboroso, é um corte escolhido também para rechear.

6 – Músculo: Corte de segunda e de terceira. Boa para ensopados, cozidos, caldos e molhos. O ossobuco é músculo ainda com osso, ainda com o tutano. Depois de cozido, fica uma delícia com pão, por exemplo.

7 – Capa de filé: Corte de segunda. Boa para assados e refogados.

8 – Aba de filé: Corte de segunda. Bom para hambúrgueres e croquetes.

9 – Ponta de agulha: Corte de terceira. Boa para caldos, ensopados e refogados.

10 – Filé de costela: Corte de segunda. Boa para fazer ensopados e refogados.

11 – Contrafilé (ou filé de lombo): Corte de primeira. Boa para grelhados, assados, churrascos e rosbifes. Seu grande segredo é não deixar passar do tempo ideal para não endurecer, com exceção à carnes maturadas, que são muito mais macias. Busque sempre as peças com capa de gordura, que ficam mais macias e saborosas durante o preparo.

12 – Filé mignon: Corte de primeira. Boa para bifes, assados, grelhados, strogonoff e rosbifes. É o corte mais nobre, por ser o mais macio. Para fazer um bom filé mignon não se esqueça da regra básica sobre as carnes: o mais importante é a gordura, responsável pelo sabor. Como o mignon não a tem, é importante untá-lo um pouco.

13 – Picanha: Corte de primeira. Boa para o preparo de assados, cozidos e churrascos. Aliás, é a estrela dos churrascos! Mas isso no Brasil, onde é considerada de primeira. Na Europa, é muito usada para carne de panela. As principais características da peça são o formato triangular, com uma camada de gordura, que é responsável pelo seu sabor, suculência e maciez. A gordura da picanha só pode ser retirada após ter sido assada, caso contrário as fibras de sua carne ficarão enrijecidas e sem gosto. É preciso lembrar que vendem peças picanhas com quase 3 kg de peso. Isso é simplesmente impossível. Um boi confinado, com o devido padrão genético e todas as vantagens tecnológicas, gera a produção de uma picanha de cerca de 1,5 kg no máximo.

14 – Alcatra: Corte de primeira. Boa para assados, grelhados, bifes, refogados e picadinhos. É formada por um conjunto de 5 cortes diferentes de carnes. A picanha faz parte deste conjunto. Em seguida, temos o miolo da alcatra, que seria a ‘própria’, usada nos churrascos tradicionais e justamente do miolo é que se tira o Baby-Beef, uma tira de carne do tamanho de um pequeno bife muito macio e apreciado por todos. Tem ainda mais dois cortes: o Tender Steak e o Top Sirloin, que possuem entre eles um nervo que se aloja dentro do miolo da alcatra. Não é comum assá-los sem estes cortes que retiram o nervo central, evitando que ele enrijeça ou deforme a carne. Assim como a picanha, a alcatra também possui muitas variações em seus cortes, podendo ser bem utilizada também em picadinhos, bifes e assados.

15 – Maminha: Corte de primeira. Boa para grelhados, assados, churrasco e bifes. É a ponta do conjunto de carnes que formam a alcatra. A maminha tem um formato quase triangular e pesa aproximadamente cerca de 2 kg. É muito apreciada em rodízios. A maminha é uma carne com boa espessura, textura e sabor que podem ser melhor aproveitados no espeto, fatiando pouco a pouco, como o cupim. Inicia-se com o sal grosso, depois cobre-se as partes fatiadas com sal fino e volta ao fogo. Outra variação pra churrasco é cobrir as partes fatiadas com um creme de alho. Dá um aroma e sabor inigualáveis.

16 – Fraldinha: Corte de segunda. Boa para assados, ensopados, churrasco, moídos e caldos.

17 – Patinho: Corte de primeira. Boa para assados, cozidos, bifes, moídos e molhos. É ideal para bife à milanesa e para carne de panela.

18 – Coxão duro (ou ponta de alcatra): Corte de primeira. Boa para cozidos, assados, ensopados, moídos e caldos.  É a favorita na preparação  de papinhas  infantis.

19 – Coxão mole: Corte de primeira. Boa para assados, refogados, ensopados e picadinhos. Dá bifes bem suculentos. Ótima também quando grelhada. Neste caso, pode ser também bem condimentada  antes de ser colocada na grelha. Usada em refogados, sopas, bifes rolê, bifes à milanesa, bolos de carne, carne moída, etc.

13 – Lagarto: Corte de primeira. Boa para o preparo de assados, rosbifes, cozidos e ensopados. É uma carne um pouco mais dura e precisa de mais tempo que as demais, no forno, para ficar macia. É uma das carnes favoritas para ser recheada (com bacon, cenoura, cebola já fica uma delícia!), e também a escolhida para, após cozida e bem resfriada, ser fatiada bem fina para carnes escabeche (carne louca). Em bifes, só se for protegida por um massinha para empanar.

21 – Rabo: Não tem classificação de corte. Boa para cozidos, ensopados e refogados.

Agora com essas dicas, fica mais fácil escolher a carne na hora de preparar sua refeição.

Receita do Lar: Filet à presidente

Share Button

Imagem-blog

Receita deliciosa aqui no Blog do Clube do Lar. Um filét à presidente que é uma delícia.

Confira a receita:

Ingredientes

  • 2 kg de filet mignon
  • 1/2 xícara de vinho tinto
  • 1 colher (chá) de açúcar
  • 1 cebola média
  • Fatias de bacon
  • Creme de leite a gosto
  • 1 colher (sopa) de passas
  • Queijo ralado (pouco)
  • 3 colheres (sopa) de manteiga
  • 3 colheres (sopa) de óleo

Modo de Preparo

  • Tempere o filé a gosto, deixe repousar por 1 ou 2 horas
  • Leve a manteiga e o óleo ao fogo quente, doure o açúcar e em seguida o filé de todos os lados
  • Fatiar o filé, sem que a faca chegue ao fim da carne (veja ilustração), polvilhar com queijo ralado e colocar num refratário
  • Na panela, acrescente a cebola ralada e o vinho
  • Adicione 3 fatias de bacon picadas, o creme de leite e as passas
  • Coloque fatias de bacon sobre o filé, despeje o molho (de creme de leite ) por cima do filé e leve ao forno pré-aquecido (alto)

Banner inferior

Receita do Lar: Pamonha

Share Button

Imagem-blog

Ainda em clima de festa junina, vamos para mais uma deliciosa para o seu arraiá.

Ingredientes

  • 12 (doze) espigas de milho verde
  • 1 (um) copo de água
  • 2 (duas) xícaras de açúcar
  • 1 (uma) xícara de coco ralado fino
  • 1 (uma) pitada de sal
  • palhas para a embalagem

Modo de Preparo

  • Rale as espigas ou corte-as rente ao sabugo e passe no liquidificador, juntamente com a água
  • Acrescente o coco, o açúcar e mexa bem
  • Coloque a massa na palha de milho e amarre bem
  • Em uma panela grande ferva bem a água, e vá colocando as pamonhas uma a uma após a fervura completa da água
  • Importante : a água deve estar realmente fervendo para receber as pamonhas, caso contrário elas vão se desfazer
  • Cozinhe por mais ou menos 40 minutos, retirando as pamonhas com o auxílio de uma escumadeira
  • Deixe esfriar em local bem fresco
  • Sirva com café e queijo ralado

Banner-inferior

Dica do lar: 5 alimentos que proporcionam o bem-estar

Share Button

Imagem-blog

Confira nossas dicas de 5 alimentos que proporcionam o bem estar.

Brócolis 

Ele é rico em Vitamina C que, apenas um prato de sopa, fornece 135% da comendação diária que necessitamos. Também tem nutrientes que protegem as células do seu corpo contra diversos tipos de anos.

Óleo de amendoim

O óleo de amendoim é rico em ômega-3, que ajuda a reduzir a inflamação celular e mantem os tecidos e articulações em forma. Tempere uma salada utilizando esse óleo, ou coloque nos legumes assados, fica uma delícia.

Gengibre

Essa deliciosa raiz ajuda a acalmar as articulações e é ótima no combate as dores de estômago. Se não é fã de gengibre, cloque no chá ou pique e acrescente em um suco.

Cenoura

Ela é rica em betacaroteno, protege as células do envelhecimento e assada com gengibre e alho fica UMA DELÍCIA.

Abacaxi

Essa saborosa fruta é rica em três vitaminas essenciais para o corpo: Vitamina C, manganês e tiamina. A dica é fazer um suco ou come-lo como sobremesa.

M de Mulher

Banner-inferior

Receita do Lar: Cheesecake de Limão

Share Button

Imagem-blog

Confira essa receita de cheescake de limão e comece o fim de semana mais saboroso.

Ingredientes

  • 160 gramas de manteiga
  • 2 colheres de sopa de açúcar em pó
  • 200 grams de bolacha tipo maria
  • 1 ovo
  • manteiga

Ingredientes para o recheio do cheesecake:

  • 400ml de natas
  • 300ml de leite condensado
  • 2 limões
  • 10 folhas de gelatina incolor
  • 200 g de queijo-creme

Modo de preparo da massa

  • Iniciamos a massa para a base do cheesecake por triturar as bolachas, juntando em seguida manteiga, o açúcar e o ovo.
  • De seguida, vamos qualquar até conseguir com que o preparado fique homogéneo.
  • Agora vamos untar a forma de aro movível com manteiga e forrar com ajuda de papel vegetal. Juntamos a massa de bolacha no fundo da forma e conservar no frigorífico.

Modo de preparo do cheescake

  • Coloque as folhas de gelatina em água fria e reserve. Bata em seguida as natas firmemente e acrescentar o queijo. Misture muito bem e junte-lhe de seguida o leite condensado.
  • Num recipiente à parte, vamos juntar quatro colheres de sopa, do preparado feito anteriormente com o leite condensado e vamos juntar as folhas de gelatina já previamente escorridas.
  • Leve a lume brando, mexendo muito bem até se dissolverem.
  • Por fim, juntar ao restante creme o sumo dos limões.
  • Adicione o creme na forma e coloque no congelador até o preparado ficar bem firme.

Banner inferior

Dica do Lar: Como limpar sapatos de camurça

Share Button

Imagem-blog

Sapatos de camurça, assim como de outros materiais, recebem diversos tipos de manchas. Mas a camurça tem um cuidado especial para ser lavada.

Confira as dicas para retirar manchas dos seus sapatos de camurça:

Condicionador de cabelo: O condicionador vai limpar e hidratar a camurça. Basta 1 colher de sopa para 2 colheres de água, depois é só aplicar no sapato e esperar 10 minutos para agir. Retire com um pano úmido ao final do processo.

Mancha de lama: Se o seu sapato foi sujo com lama, basta você usar uma escova úmida e depois secar com um secador. Passe a escova sempre na mesma direção para não arranhar o material.

Manchas mais resistentes: Para remover manchas mais resistentes a dica é usar vinagre. Use 1 colher de vinagre diluído em 1 copo d’água, passe usando um pano e depois remova com um pano umedecido.

Sapato molhado: Se o sapato estiver muito molhado, pressione uma toalha seca por fora e por dentro para retirar o grosso, depois preencha o calçado com papel (evite jornal pois mancha). Empurre bem o papel para que preencha todo o sapato, assim ele seca e mantem a forma.

Camurça clara: Para “apagar” a sujeira do seu camurça, passe uma borracha escolar branca na mancha.

Mancha de óleo: Manchas de óleo podem ser retiradas com farinha de milho. Coloque em um pano e aplique sobre a mancha, fazendo movimentos circulares. Depois escove levemente o pó com um escova de metal.

Prevenção: Existem alguns sprays no mercado que são específicos para a proteção da camurça. Você pode encontrar em sapateiros e lojas especializadas. Aplique sobre o sapato limpo para evitar que eles sujem.

Banner-inferior

Receita do Lar: Bolo de pão de queijo

Share Button

05-08-BLOGIM

Pão de queijo já é uma delícia. Agora, um bolo de pão de queijo… Isso é uma super delícia.

Dá uma conferida na receita

Ingredientes

  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 3 ovos
  • 1 colher (café) de sal
  • 100 g de queijo parmesão ralado
  • 100 g de queijo mussarela picada
  • 3 xícaras (chá) de polvilho doce
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • Queijo parmesão ralado para polvilhar

Modo de preparo

  • Bata no liquidificador o óleo, o leite, os ovos e o sal
  • Reserve 2 colheres (sopa) do queijo parmesão para polvilhar e adicione o restante e a mussarela ralada a mistura do liquidificador batendo até ficar uma massa homogênea
  • Reserve
  • Em um recipiente, coloque o polvilho doce e a mistura reservada
  • Mexa com uma colher e se desejar acrescente orégano e salsinha
  • A seguir adicione o fermento e mexa bem
  • Coloque em assadeira redonda de buraco no centro, , untada e enfarinhada, e polvilhe as 2 colheres de queijo reservado
  • Leve ao forno pré-aquecido (200º) por 20 a 25 min
  • Sirva quente ou frio

Banner inferior

Receita do Lar: Como fazer Strudel de Maçã

Share Button

Imagem-blog

Ingredientes

• Massa

  • 2 xícara de farinha de trigo
  • 4 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 pitada de sal
  • 1 xícara de leite morno

• Recheio

  • 8 maçãs grandes descascadas, sem sementes e cortadas em fatias finas ou raladas
  • 1/2 xícara de açúcar
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1/2 xícara de uvas passas brancas, sem sementes
  • Caldo de 1 limão
  • Manteiga derretida para pincelar ou 2 gemas
  • 1/2 xícara de amêndoas sem pele, picadas
  • 1/2 colher (chá) de cardamomo ou noz-moscada ralada
  • 1/2 colher (chá) de gengibre

Modo de preparo

• Massa

  • Coloque farinha de trigo sobre uma superfície de trabalho, faça um buraco no centro, junte a manteiga, sal, leite, amasse bem, até a massa se desprender da superfície
  • Amasse vigorosamente até a massa fazer bolhas, ficar homogênea e consistente como massa de pastel
  • Deixe descansar por cerca de 30 minutos

• Recheio

  • Em uma tigela grande, coloque as fatias de maçã, açúcar, canela, passas, o limão, o cardamomo e o gengibre misture delicadamente e reserve

• Montagem

  • Para abrir a massa forre a superfície com papel manteiga ou um pano bem limpo
  • Com um rolo, abra a massa rapidamente em todas as direções até ficar bem fina, quase transparente
  • Pincele a massa com manteiga derretida, polvilhe uma faixa horizontal de massa, com 10 cm de largura, com amêndoas picadas e, por cima, distribua a mistura de maçã, deixando um espaço de cerca de 4 cm nas duas extremidades da faixa de massa para o recheio não escapar enquanto enrolar o strudel
  • Levantando o pano, enrole o strudel como se fosse um rocambole, pincele a parte superior com manteiga derretida ou as gemas
  • Unte uma assadeira com manteiga, achate as pontas do strudel com uma espátula, coloque-o na assadeira, leve ao forno para assar por 10 minutos
  • Reduza a temperatura para média (180ºC) e asse por cerca de 20 minutos ou até ficar dourado
  • Polvilhe açúcar por cima e sirva de preferência com sorvete de creme

Banner inferior

Receita do Lar: Salada de frutas com chantilly

Share Button

Imagem-blog

Ingredientes

  • Morangos
  • Maçã
  • Banana
  • Laranja
  • Mamão
  • Kiwi
  • Suco de Laranja

Você pode colocar as frutas que preferir.

Modo de Preparo

  • Descasque as frutas, pique todas em cubinhos e coloque em uma tigela
  • Agora coloque o suo de laranja para dar um sabor especial
  • Coloque o chantilly para dar deixar tudo mais gostoso

Banner-inferior

Receita do Lar: Como fazer bolo de mandioca

Share Button

Imagem-blog

Ingredientes

  • 3 xicaras de mandioca ralada grosso
  • 1 1/2 xícara de açúcar
  • 3 colheres de manteiga
  • 1 e1/2 xicara de farinha de trigo
  • 4 ovos
  • 1 pacote 50 g de coco ralado
  • 1 pacote 50 g de queijo ralado
  • 1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo

  • Bata a manteiga com o açúcar e os ovos, depois misture a mandioca ralada e junte a farinha e o fermento
  • Coloque o coco e o queijo ralado
  • Agora unte uma forma e asse em forno pré-aquecido por 40 minutos

Banner inferior